Com quase 50 anos de existência, a FDCI continua abrindo espaços para a formação de profissionais para atuarem nas diferentes áreas jurídicas. Porém, preocupada com as novas demandas sociais, com a qualidade do ensino que oferece e consciente da sua responsabilidade social, não se restringe a formar bacharéis. Seus propósitos vão além, pelo que se observa de sua missão institucional: "Construir o conhecimento com enfoque nas necessidades locais e regionais, colaborando para o exercício pleno da cidadania, desenvolvendo a formação ética e reflexiva, de modo a desempenhar o seu papel social." Construir o conhecimento é a missão principal da FDCI. Porém, numa sociedade transformada pelo processo de globalização e pelas novas tecnologias, faz-se necessário que essa construção esteja aliada a uma postura ética sólida, voltada para a conscientização do papel do cidadão em relação aos problemas sociais contemporâneos, com vistas, principalmente, a contribuir para amenizar as necessidades locais e regionais.

O bacharel em direito, deverá saber mobilizar os seus conhecimentos, transformando-os, conscientemente, em ações sociais responsáveis e comprometidas com a sua realidade local. "Buscar de modo permanente a qualificação institucional e o comprometimento social, que serão efetivados por meio de projetos que atendam as necessidades da sociedade local e das novas tecnologias."

A visão acima transcrita se efetivará mediante um amplo e permanente processo de avaliação, de nível externo e interno, contemplando a análise integrada das necessidades dos docentes, discentes, corpo administrativo e comunidade.

A adoção de projetos possibilitará uma inserção mais profunda na sociedade local e regional e agilidade para entender e interagir com a sociedade, além de demonstrar o grau de comprometimento com práticas cidadãs no desenvolvimento de uma adequada formação para o amplo e heterodoxo universo do trabalho.

A implementação dos projetos permitirá alcançar o nível de excelência desejado, bem como possibilitará obter avanços no compromisso com a comunidade regional.

Por fim, buscará intensificar valores éticos e humanísticos, de modo que o discente habitue-se a praticar a solidariedade e a proporcionar a comunidade o produto de seu aprendizado, participando ativamente das questões políticas, econômicas e sociais, atentando para o fato de que existe um compromisso social a ser desenvolvido em sua profissão, a qual reclama-se empenho em sua concretização.